Notícias

A vida sexual após a maternidade

pousada_ipes A vida sexual após a maternidade (Foto: iStock/Think Stock/Getty Images)

O bebê nasceu e você se pergunta: como fica o casal depois disso?

A primeira coisa que o casal precisa ter em mente, principalmente o homem, é de que depois que o bebê nasce é necessário um tempo para o corpo da mulher. Para que o útero diminua e volte para o lugar, bem como as estruturas internas voltem ao normal. Esse prazo é determinado pelos médicos e geralmente é de 40 dias, mas claro, existem exceções. E é muito bom que o homem saiba disso antes até do nascimento do bebê, para que não haja nenhum tipo de cobrança.

Outra coisa importantíssima é que o pai participe DE FATO e ativamente da criação do bebê. Só assim ele saberá o quanto é cansativo esse processo, o quanto é desgastante acordar várias vezes de madrugada, o quanto exige a amamentação…

Também é essencial destacar que durante a amamentação é comum haver uma diminuição dos hormônios que melhoram a libido. Isso acontece porque a Prolactina e Ocitocina estão muito altas e eles são inibidores, tanto de Estrogênio como de Progesterona, resultando em um ressecamento da musculatura vaginal.

O que quero dizer com tudo isso acima é que em primeiro lugar é preciso haver um respeito ao tempo da mulher. Após a maternidade é normal que a mulher enfrente uma baixa autoestima, já que o corpo ainda não voltou ao normal e toda os medos e cobranças que envolvem a maternidade.

Agora falando da questão da sexualidade mesmo e como podemos aos poucos ir retomando a vida a dois, é importante ter um momento casal, e aí não precisa sair de casa, já que o bebê ainda estará pequeno. Mas com dois meses eles já começam a ter uma certa rotina de sono e as coisas simples como um filme a dois, tomar um banho juntos entre um sono do bebê, são muito bem-vindos.

O casal não precisa partir já para algo super elaborado. Comecem a buscar momentos a dois, coloquem isso mesmo como prioridade mesmo, e vão respeitando o tempo do casal. A maternidade é apenas mais um papel na vida do casal, e não o papel único a partir de então.